Clique para ampliar


Christian Huygens

O anseio pelo desenvolvimento de um meio de tração que não necessitasse mais dos animais da força humana levou diversos inventores à criação de soluções originais. O motor de combustão interClique para ampliarna, ou a explosão, foi concebido até mesmo antes da era do vapor, pelo físico holandês Christian Huygens, no século XVII. Ele construiu um motor no qual o peso era levantado pela explosão de uma mistura de pólvora num sistema fechado, que tinha um pistão. A pólvora, ao explodir dentro do cilindro, forçava o pistão para cima, e este, ao voltar à sua posição, forçado pela pressão atmosférica, levantava um peso

 


Etienne Leonir

No começo do século XIX, com o aumento da extração do gás de carvão e sua utilização para iluminação e aquecimento, começaram a ser exploradas as propriedades explosivas da mistura gás-ar. Vários construtores realizavam experimentos com gás, realizando sua combustão no interior de um motor a vapor, que era a tecnologia conhecida e dominante na época. O primeiro a ter êxito foi o francês Etienne Lenoir, Clique para ampliarem 1859, que realizou a conversão de um motor a vapor. Era um motor de dupla ação, isto é, as forças da combustão atuavam de um lado e outro do pistão, alternadamente

Clique para ampliar


1 | 2 | 3 | 4 | 5


>>