Clique para ampliar


Carros Egípcios
Os egípcios tornaram o carro de guerra mais leve, e sua construção tornou-se extremante refinada. A escolha de materiais era cuidadosa, e para cada parte era empregada a madeira que melhor se adequasse à função. O encaixe das peças era perfeito. Os raios das rodas, por exemplo, eram compostos de duas peças separadas, que eram coladas a seguir. Isto visava obter uma maior elasticidade. As imagens nos dão uma idéia da leveza destes veículos, os quais, nas vastas planícies do Egito, certamente permitiam aos combatentes alcançar grande velocidade, uma vantagem decisiva nos confrontos (aproximadamente 1400 A.C):
1 — Biga da época da 18ª Dinastia
2 — Carro de guerra da época de Amenófis III
3 — Carro de guerra, encontrado na tumba de Tutankhamon
4 — Carro de guerra, proveniente de Tebas

 

Os Hicsos
A civilização egípcia, já existente há milênios, conheceu o carro através da invasão de um povo, os Hicsos, aproximadamente em 1670 a.C. Este fato é atestado notadamente pela origem semítica dos termos através dos quais os egípcios designavam o carro e seus diferentes componentes. As pinturas de tumba nas quais o carro está presente só ocorrem após a XVIIIª dinastia, como na imagem acima, que mostra um carro de guerra. Esta pintura está na tumba de Menna, na época de Tutmés IV (1420-1411 A.C)

Clique para ampliar

<<

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12


>>