Clique para ampliar

Trem dianteiro giratório
Outra inovação técnica que surgiu neste período foi a introdução do trem dianteiro giratório. Este surge a princípio timidamente, para se estabelecer no final da Idade Média. A imagem nos mostra um incidente ocorrido em 1415 com o papa João XXIII (não o contemporâneo homônimo: na época haviam três papas, em Roma, em Avignon e Florença . O desta última cidade é este João XXIII). O fato provavelmente ocorreu quando este se dirigia para o Concílio de Constância. Além do trem giratório, pode-se ver o balancim bifurcado. O veículo não possuía suspensão. (1483 D.C)

 

O surgimento da suspensão
Na evolução dos veículos hipomóveis, o maior aumento do conforto foi devido à introdução da suspensão. Esta isolava os viajantes da maior parte do impacto dos solavancos causados pela irregularidade dos caminhos. A suspensão era inicialmente feita através de correias de couro ou correntes, presas a quatro mastros nas extremidades da plataforma. Este veículo era chamado de "carreta oscilante", e posteriormente recebeu o nome que a consagrou: carruagem. A primeira imagem nos mostra a entrada em Paris da Rainha da Sicília, em 1468. Nota-se que a suspensão, na época, já era de conhecimento geral. A segunda imagem nos mostra a carruagem de D.Maria Francisca de Sabóia, oferecida por seu irmão, o rei Luís XIV da França, quando do casamento dela com D. Afonso VI, em 1666. (século XVII)

Clique para ampliar

Clique para ampliar

<<

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12


>>